O que é?

 

 

A vida não acaba com o fim da actividade profissional. A VIDA ASCENDENTE – Movimento Cristão de Reformados (VA- MCR) visa ajudar  a dar um novo sentido à vida dos reformados cristãos leigos.

 

Depois de uma vida activa, preenchida com actividades profissionais ou familiares, os reformados têm à sua frente 15, 20, 25 anos ou mais desse tempo chamado a “reforma”.

 

Estes homens e estas mulheres são e serão cada vez mais numerosos, em todo o Mundo, face ao alargamento da vida devido à melhoria da sua saúde graças, nomeadamente, aos progressos médicos.

 

Se, durante muito tempo, a entrada na velhice era sinónimo de doença, de incapacidade, hoje isso já não corresponde à realidade.

 

Se a reforma podia significar retirada da sociedade, isto é, exclusão, isso já não é o caso.

 

Então como fazer, desta etapa da vida, um período útil e fecundo para si e para os outros?

 

Por todo o Mundo, os reformados encontram-se em movimentos que querem ajudá-los a dar sentido às suas vidas.

 

A Vida Ascendente Internacional é uma Organização Internacional Católica (OlC), que está ligada a cerca de cinquenta destes movimentos em todos os Continentes. Na mensagem aos participantes do V Encontro Internacional da "Vie Montante Internationale", que teve lugar em Bangkok, em Novembro de 2002, o Papa João Paulo II escreveu: "Na minha Carta Aos Mais Velhos, eu convidava todas as pessoas idosas a ver esta importante fase da vida como uma oportunidade de renovação espiritual pessoal e um apelo à construção de uma civilização de amor e de solidariedade. Os mais velhos podem dar o exemplo, tão necessário, de fé, de sabedoria e de alegre esperança a um Mundo cuja visão está, cada vez mais, limitada a um presente efémero. Eles mostram-nos que os anos da idade avançada podem ser um tempo empregue de modo criativo para aprofundar a nossa vida espiritual através de uma oração mais fervorosa e para um compromisso ao serviço dos nossos irmãos e irmãs na caridade".